GENÉTICA E CÂNCER

1 - Artigo complementar:   Câncer e Telomerase

 

2 - Texto Complementar (ver também texto de revisão da Medicina,  Genética e Câncer)

 

3 - Exercícios:

  1. Defina câncer. Qual a relação com os conceitos de neoplasia, neoplasma e tumor?

  2. Qual a relação do conceito de clone com o câncer?

  3. Quais as principais etapas do processo de carcinogênese? Explique o que ocorre em cada uma delas.

  4. Quais as principais diferenças entre os tumores benignos e malignos?

  5. Existe diferença entre invasão e metástase? Explique.

  6. Cite as principais características das células tumorais. Qual o impacto destas características no processo da carcinogênese?

  7. Qual o papel das mutações gênicas no processo da carcinogênese?

  8. Quais os principais tipos de genes envolvidos na carcinogênese? Defina cada um deles e explique sua função nos processos celulares normais e nos processos neoplásicos.

  9. Explique o que significa o efeito dominante que os oncogenes exercem na célula em que atuam.

  10. Explique os principais mecanismos de ativação de proto-oncogenes, citando exemplos.

  11. Qual a diferença entre genes supressores tumorais do tipo gatekeepers e caretakers? Considere tanto as funções normais como participação na tumorigênese na sua resposta.

  12. O que é a hipótese de Knudson, e como ela explica o padrão de herança do retinoblastoma?

  13. Quais os principais mecanismos que explicam a perda de função dos genes supressores tumorais? Cite exemplos.

  14. Qual a relação entre oncogenes e genes supressores de tumores (gatekeepers e caretakers)? Use um modelo (real ou hipotético) de carcinogênese para a sua explicação.

  15. Qual o papel do gene codificador da telomerase nas formações tumorais? E dos genes controladores da apoptose? Como você incluiria estes genes no modelo de carcinogênese descrito na questão 14?

  16. Qual o papel dos vírus na carcinogênese?

  17. Qual a diferença entre genético e hereditário, em relação ao câncer? Cite exemplos de síndromes de câncer familiar.

  18. Como a suscetibilidade genética influencia na tumorigênese, e qual a sua relação com casos hereditários e esporádicos de câncer? 

  19. De que forma a epigenética e, mais especificamente, a metilação do DNA podem contribuir para o processo neoplásico?

  20. Qual a importância dos dinucleotídeos CpG na carcinogênese e sua relação com as ilhas CpG?

  21. Por que o gene TP53 pode ser considerado o guardião do genoma?

 

4 - Bibliografia Recomendada:

1. Thompson e Thompson. “Genética Médica”. Cap. 16. 6a. ed. Guanabara-Koogan, RJ, 2002. 

2. Borges-Osório, M. R. e Robinson, W. M. Cap. 12. 2ª ed. Artes Médicas, POA, 2002.

3. Jorde, L. B. e cols. Cap. 11. 3ª ed. Elsevier, RJ. 2004.

4. Maroni, G. Cap.8. Blackwell Science, EUA. 2001.

5. Ferreira, C. G. e Rocha, J. C. Atheneu, SP. 2004.